sexta-feira, junho 02, 2006

Do sabor das coisas

Por mais raro que seja, ou mais antigo,
Só um vinho é deveras excelente:
Aquele que tu bebes calmamente
Com o teu mais velho e silencioso amigo...

(Mario Quintana)

Nenhum comentário: