segunda-feira, junho 23, 2008

Por onde você vai?

Desde que o mundo é mundo,
Por todas as galáxias,
Eu procuro você.

Aquilo era o que ele tinha dizer,
Após seus segundos de embriaguez.

Mundo de poucas palavras,
De vitrines sedentas,
Sem instantes de amor.

Das estrelas ao fundo do mar,
No limite do horizonte,
Te vejo em todo lugar.

Aquilo era o que ele tinha por ver,
Nos últimos segundos de lucidez.

Vida de poucos momentos felizes,
De casas enclausuras,
Sem descanse em paz.

Lee Flôres Pires

Nenhum comentário: