terça-feira, março 23, 2010

Lembrete

Adentro teus pés
percorro veias,
calcanhar,
dedos,
nó(s).

Lacinho lembrete
de que estou vivo.
Eu sinto minha mão,
cabeça, tronco
e membros
de novo no chão.

Adentro teus pés
percorro teus passos,
caminho:
pegadas
de mágoas
a pulsar
o passado no chão.

medo de lembrar
que estais viva.
Boca
saliva
entranhas
visceras
coração.

e o ar puro
invade
o pulmão,
avisando vida -
Renovação.


Lee Flôres Pires

Nenhum comentário: