sexta-feira, junho 11, 2010

Ele por ele

O corpo fica apático
quando o Amor não ama mais.
Vertigem letárgica,
cacos de pensamentos,
lembranças despedaçadas.
Não sobrou versos,
nem rascunhos de sentimentos,
quando o amor não ama mais.

Pegou o ônibus,
mudou de cidade,
mudou de casa
e de toque
e o corte da carne,
quando o amor não amou mais.


Lee Flôres Pires

Nenhum comentário: