domingo, fevereiro 26, 2012

No metrô
transeuntes
hiperestimulados
atropelam sonhos
com seus corpos máquina
e suas cabeças televisão.
Na real
suícidios pálidos
que poderiam realizar
nos trilhos
ou em qualquer vagão.


Lee Flôres Pires

2 comentários:

Anônimo disse...

tia ângela, mariana danilo/rafael
pai dofreire, marianadanilo/rafael
prima parrau, chá mina só
andré meira gotijo : pedofilo

Yara disse...

No trilho
um pálido
Se.

Estimulando
vagões
e suicídios vagos.

...