sábado, setembro 08, 2012

Lápis


Quando a carne
escorre o vinho
dos teus olhos
preto lápis,
desejo
por um triz
seus lábios
e esqueço
a impossibilidade
de nossos hábitos.


Lee Flôres Pires

Nenhum comentário: